Um gordo de raiz no spa: o retorno!

Lucio Luiz
@lucioluiz

Publicado em 17 de Março de 2010

Gordo de Raiz, por Lucio Luiz

Previously on “A fat of root in the spa”…

Em julho do ano passado, recebi de “presente” de aniversário uma semana em um spa. Foi muito divertido… para os sádicos que ficaram lendo minhas agruras contadas de forma suave e reclamona no Papo de Gordo.

Minha alegria era tamanha que, no segundo dia, para salvar a vida de um N95, quebrei meu braço direito e precisei abandonar esse ambiente tão saudável e que tantas alegrias proporcionou a quem gosta de ver os outros sofrerem.

Jurei diante dos deuses das saladas que, assim que estivesse totalmente recuperado (e levemente insano) eu retornaria ao spa para cumprir a semana de tratamento de choque. E esse momento chegou!

Musiquinha de “Lost”. Buum.

A pedidos (não meus, claro), estou retornando ao spa. A divisão de tarefas é definitivamente cruel nesse site. Flavio e Conrad já foram a uma feijoada com pizza, Dudu e Maira já se refestelaram comendo sorvete de iogurte, e eu tenho que voltar a um spa para me empanturrar de salada.

As lembranças ainda doem em minha mente e em meu estômago. Certamente em minha forma atual não conseguirei enrolar… digo… convencer a nutricionista a me colocar na dieta mais generosa (por “generosa” entenda comer o dia inteiro as calorias equivalentes a apenas um Big Whooper, aproximadamente).

Dessa vez não tem jeito. Nem dá pra quebrar o braço de novo porque essa não vai colar. De qualquer forma, não tenho a menor intenção de quebrar nada, já que isso só vai fazer com que eu acabe indo em outro momento pra lá e é melhor resolver tudo de uma vez.

A mala vai só com roupas, já que ela foi devidamente revistada aqui em casa antes de eu partir. Eu jurei que aqueles brigadeiros estavam escondidos no fundo falso para eu ganhar um troco vendendo-os para os gordinhos desesperados do spa, mas minha mãe não se convenceu.

Vou seguir com meus relatos diários no Papo de Gordo e com a descrição em tempo real (ou quase) do meu sofrimento via Twitter. Vamos lá, seus maníacos, leiam os textos, comentem e me sigam! Estou nessa por causa de vocês, seus sádicos! Riam da desgraça alheia! Tenho nojo de vocês! Na verdade, nojo eu tenho é de rúcula. Dos leitores eu até gosto.

Bom… Desejem-me boa sorte… Vou precisar…

Musiquinha de “24 Horas”. Pi pi piii.

—–

Clique aqui para ler todos os textos da “série”.

Clique aqui para acompanhar meu sofrimento em tempo real no Twitter.

Publicidade

Comente no Facebook

Comente no Site

5 respostas para “Um gordo de raiz no spa: o retorno!”

  1. kalli disse:

    Vou super acompanhar, já que esse sempre foi um sonho meu kkkkk eu não como nada "ruim" e acho que so em um spa por uma semana para eu encarar comer comida saudavel, afinal deve ser melhor do que nao comer nada hehehe.

    Hj mesmo experimentei couve-flor so pq tinha qiejo e presunto nela + eh ruim gente como faz para gostar disso?

    Um dia tbm vou para um spa e vou voltar sabendo os gostos que essas comidinhas tem.

    bjs e boa sorte vc vai precisar.

    PS: se algum SPA ler meu coment e quiser me convidar to disposta kkkkkk

  2. Gutenberg disse:

    Troféu Dudu Sales de Inglês para o Tio Lúcio!

    Brincadeiras à parte, boa sorte dessa vez, Lúcio! Espero que você realmente consiga fazer valer o investimento no SPA.

  3. @jojonerd disse:

    É…. boa sorte mesmo.

    Eu sou nutricionista mas imagino o sofrimento de quem come no Burguer King todos os dias, passar uma semana em um SPA.

    Pelo menos as massagens valem a pena…. se não for um homão né??

    Vai precisar de sorte messssmo! =D

  4. Marcelo chobas disse:

    Vai ter fotos ? kkkkkkkkkkkk

  5. Mi disse:

    Boa Sorte, Lucio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *