Gastroplastia endoscópica é tratamento para obesidade?

Maira Moraes
@maira_moraes

Publicado em 26 de outubro de 2017

Durante muito tempo, o balão gástrico foi visto como uma alternativa para quem tem medo da cirurgia bariátrica. Agora, mais uma técnica está sendo divulgada como a salvação daqueles que buscam por um procedimento menos invasivo: a gastroplastia endoscópica.  Mas será que esse seria um tratamento para a obesidade reconhecido?

Várias notícias e publicidades têm surgido na imprensa oferecendo a gastroplastia endoscópica como sendo uma técnica menos invasiva e que não precisa de internação. No entanto, ela não pode ser realizada no Brasil de forma regular sem a aprovação do Conselho Federal de Medicina. O órgão, inclusive, divulgou nota esclarecendo que a gastroplastia endoscópica não é um procedimento reconhecido para tratamento da obesidade.

O médico-cirurgião Cid Pitombo, especialista em estudos de obesidade, explica que as pessoas devem ficar atentas com procedimentos que se dizem milagrosos. “Não existe mágica contra a obesidade. Ela é uma doença grave e precisa ser tratada de forma séria. Os pacientes devem buscar se informar sobre as técnicas e profissionais reconhecidas pelo Conselho de Medicina para não colocarem suas vidas em risco”, alerta.

Mudança de hábitos

Médico dos atores André Marques e Leandro Hassum, o dr. Cid Pitombo atua desde 2010 no Programa de Cirurgia Bariátrica no Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, no Rio de Janeiro (RJ). Quase dois mil pacientes já foram operados por ele e mais de quatro mil pessoas estão sendo acompanhadas por sua equipe multidisciplinar, composta por médicos, enfermeiros, psicólogos e nutricionistas. Para ele, a cirurgia não deve ser o objetivo principal e sim a qualidade de vida e a mudança de hábitos.

Publicidade

Comente no Facebook

Comente no Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *