Eu não sou cachorro não

Lucio Luiz
@lucioluiz

Publicado em 24 de fevereiro de 2010

Gordo de Raiz, por Lucio Luiz

Eu não sou cachorro não– Alex! Finalmente você vai emagrecer!
– Sim… Claro… Que dieta milagrosa você inventou dessa vez, Alice?
– Você não leva a sério minhas tentativas de te emagrecer, né?
– Tá bom… Tudo por você, meu amorzinho… O que tenho que fazer dessa vez?
– Te trouxe isso aqui!
– Alpiste?
– Santa ignorância… Isso é ração humana!
– Ração? E eu lá sou cachorro?
– Deixa de ser bobo, Alex. Isso aqui é o alimento definitivo. Regula o intestino, auxilia no controle do colesterol ruim e da glicose alta, combate a osteoporose, artrite e artrose, traz benefícios para tecidos, músculos, unhas e cabelos e, pra melhorar a coisa toda, ainda auxilia na perda de peso e na desintoxicação do organismo!
– Também faz autolimpeza dos dentes e faz o cocô sair cheiroso?
– Deixa de ser palhaço que eu estou falando sério!
– OK, amorzinho… Eu como esse troço depois do almoço.
– Negativo. Isso vai substituir seu almoço! E a janta!
– O quê?
– Eu também te trouxe isso aqui.
– Um… ossinho?
– É a maior novidade do campo da alimentação saudável. Esse simulacro de osso de galinha…
– “Simu” o quê?
– Fica quieto! Esse simulacro de osso de galinha é para você roer sempre que sentir fome. Seu cérebro entenderá, psicologicamente, que você está terminando de comer uma coxa saborosa de frango. E ainda mantém sua dentição livre de cáries!
– Então… Você quer que eu coma ração e roa ossos, certo?
– Ainda não acabou!
– Lá vem…
– Comprei um ótimo livro de ioga. Tem uma posição especial para se alimentar que vai ajudar a liberar fluidos negativos e fazer com que você diminua seu apetite.
– Tenho até medo de perguntar… Como seria essa posição?
– Você ajoelha, estica seu corpo para frente e apoia as mãos no chão.
– Eu tenho que ficar de quatro???
– Não é “de quatro”. É com os joelhos e as mãos apoiados no chão em posição de ioga. É a melhor maneira de comer a ração humana e o simulacro de osso. Mas como você estará com as mãos ocupadas, o ideal é utilizar esse vasilhame especial que eu comprei na loja de produtos naturais. Um para a ração e o outro para a água.
– Pelo menos vou poder beber água.
– Sim, de bica.
– Hã?
– Nada de água mineral comprada. Vamos começar a beber água de bica. É mais saudável.
– Claro… Com esses encanamentos que temos aqui…
– Você não está me levando a sério!
– Calma, amorzinho. Tudo que você quiser para eu emagrecer e te deixar feliz. Se você quer, eu fico de quatro, como ração, roo osso e bebo água de bica em vasilha de cachorro.
– Ótimo. Agora, coloca isso aqui.
– Uma… Peraí… Você está exagerando! Uma coleira!?
– Seu ignorante! Isso não é uma coleira!
– É uma tira de borracha pra colocar no pescoço? Então é uma coleira!
– Isso é um revolucionário sistema de controle de glote. Fica apertando levemente o seu pescoço para estimular a correta respiração e consequente entrada de alimentos de maneira precisa e equilibrada.
– Você decorou todos os folhetos, não decorou?
– Claro. Como eu ia te explicar tudo se não decorasse?
– OK… Bom… Amorzinho… Eu fico de quatro, uso coleira e como ração igual cachorro. Mas esse é meu limite. Eu te amo, mas se você vier com mais uma coisa desse tipo eu te mordo… quer dizer, eu te largo!
– Fica tranquilo. Só falta uma coisa, mas essa eu tenho certeza que você vai adorar porque é pra te relaxar.
– E o que seria?…
– É um mantra que me ensinaram na loja de produtos naturais onde eu comprei isso tudo. É para você ficar repetindo, concentrado, enquanto saboreia sua ração humana na confortável posição de ioga e com seu sistema de controle de glote.
– Comparado com o que você inventou até agora, pelo menos é o mais perto de normalidade. E como é esse mantra?
– Auauauauauauauauau…

Publicidade

Comente no Facebook

Comente no Site

8 respostas para “Eu não sou cachorro não”

  1. Control+JR disse:

    Como tem nos comments de "O que é ração humana?", eu já fui um cachorro http://www.papodegordo.com.br/index.php/2010/02/2

  2. elizabeth assis da s disse:

    Essa é boa gostei, ri muito. Estava pensando em comprar ração mas acho melhor não, depois da ração vem outras coisas kkk.

  3. K disse:

    Ri muito mas se for pra ser um cachorro, que seja um cachorro-quente :P

  4. Junior Batista - Itu disse:

    Minha mãe comprou isso, e consequentemente eu também estou tendo que tomar, é horrível, mas deve fazer algum efeito (sem ser latir).

  5. rochamdf disse:

    Caraca, ri demais com esse texto… Boa Redação… Se você der uma forçadinha de mente da pra dramatizar o episódio na cabeça!! E o pior que não estamos longe desse tipo de coisa. Vou twittar isso.

  6. Mari disse:

    Genial! Se bem que se as pessoas tivessem mais qualidades caninas, como a lealdade, o carinho e a dedicação, o mundo seria muito melhor!!

  7. Benes Junior disse:

    auhauhauha
    Muito comédia!
    Mas pelo menos não precisaria ir trabalhar #preguicafeelings

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *