Papo de Gordo 51 – Grandes, Gordos e Bêbados!

Eduardo Sales Filho
@eduardo_sales

Publicado em 15 de outubro de 2010

PdG51

Chegamos ao episódio 51 do Papo de Gordo e algum engraçadinho achou que seria uma boa ideia falar sobre cachaça. Eduardo Sales Filho, Maira Moraes, Flavio Soares e o Dr. Tapioca recebem os convidados Álvaro Nóbrega (Alienígenas na América) e Ricardo Ferro (Ferro Design) para conversar sobre bebedeiras!

No programa de hoje, entenda pra que serve a bolsa de uma mulher, saiba quem se tornou um mutante da bebedeira, aprenda o que é uma siriguela, descubra como saber se você virou alcoólatra e surpreenda-se com um papo estranho envolvendo bundas depiladas e patoladas atrás do trio elétrico.

Prepare-se para gargalhar descontroladamente, pois o Papo de Gordo está começando!

Duração: 85 minutos

MOMENTO JABÁ

Compre exclusivas camisetas do Morsaman no Armazém Papo de Gordo!

COMENTADO NA LEITURA DE E-MAILS

Morsaman conquista a Europa

Riceguy:
*Dudu no Hcast sobre X-Men
*Maira no Monacast sobre concursos de beleza

Grupo do Papo de Gordo no MeuPodcast.com
Nos siga no Twitter
Comunidade do Papo de Gordo no Orkut

E-MAIL

Gostou do programa? Você já teve apnéia alcoólica? Sabe o que é uma siriguela? Já brincou de 0 a 100? Passou vergonha depois de encher a cara? Então mande um e-mail pra gente contando tudo: [email protected]

MENSAGENS DE VOZ

Quer mandar uma mensagem de voz para o Papo de Gordo? É só instalar o GTalk em seu computador, adicionar o e-mail [email protected] e deixar seu recado em nossa secretária eletrônica. Se ainda não tiver o GTalk em sua máquina basta clicar aqui para baixá-lo.

RSS e iTunes

Assine o feed do Papo de Gordo no seu agregador de RSS ou clique aqui para assinar diretamente no iTunes.

MANUAL DE INSTRUÇÕES

Aperte o PLAY abaixo ou CLIQUE AQUI com o botão direito do mouse e escolha a opção “Salvar Destino Como” para baixar o arquivo no formato MP3, ou então CLIQUE AQUI para baixar a versão zipada do Papo de Gordo.

Publicidade

Comente no Facebook

Comente no Site

40 respostas para “Papo de Gordo 51 – Grandes, Gordos e Bêbados!”

  1. Marcio Amorim disse:

    Ta ai um episodio que eu podia participa com propriedade sobre o assunto, rsrsrs. baixando…

  2. Frohlich disse:

    feed do itunes não atualizou.

    vlw

  3. Marcio Amorim disse:

    Morrendo de ri aqui, que vodka com coca, eu prefiro corote com dolly limão risos.

  4. Joaquim disse:

    Oba! Depois de passar TRÊS DIAS sem conexão, havia perdido a noção de tempo, nem lembrava que já era dia 15!

    O tema promete! *Baixando*

  5. Mark_SP disse:

    Pois é… aqui o feed do iTunes também não está atualizado…

  6. Dr. Tapioca disse:

    Caraca, Marcio Amorim, "corote com dolly limão" deve até desentupir pia, tirar limo do piso da varanda, limpar mancha de sangue no jaleco…

  7. Saudações etílicas equipe de peso.

    Acabo de ouvir o cast e só tenho uma coisa a dizer: SENSACIONAL!!
    Eu, como o Tio Lúcio, não bebo mas adoro ouvir histórias de porres dos outros.

    O "Momento Cultural" do Tio Flávio ficou excelente. Os dados da "Wiskipedia" foram fundamentais para formar a minha opinião que a bêbado não se deve dar atenção. Deixe ele falar até cansar, ehehehe

    Vida Longa e Próspera

  8. Yuri Benati disse:

    To numa Ressaca braba e encontro esse novo episodio! axo q vai se melhor q ENGOV huahuahuahua, abraço galera!

  9. Leo Luz disse:

    Salve salve amigos papogordísticos!

    Baixando um(irc) cast que(irc) me faz lembr(irc)ar..
    Bom, entenderam neh…

    :P

  10. André disse:

    Muito bom! Goste mais do momento cultural com o Flavio do que com o Lúcio…. Ainda não ouvi tudo, meu agregador parou de baixar…

    =?

  11. Muito bom o podcast! Cerveja e vodka é oq há! O velho tem garrafas de whisky aqui…old parr, black label… mas nem encosto, não gosto mesmo.

    Abração!

  12. Cleverson disse:

    Whiskypedia?! Puta que pariu!

    Vodca com Coca é cuba sim, pelo menos aqui pro Sul, é.

    Acho que é mais fácil gostar de destilados ao invés de cerveja pois, pra quem não é acostumado a provar vários tipos de bebidas, é mais fácil distinguir o gosto de diferentes destilados do que cerveja.
    Isso já não acontece com chopp, vinhos e afins. Pelo menos é o que eu acho.
    Eu, por exemplo, nunca gostei de cerveja e até hoje bebo na filosofia de "toda a roda tá bebendo, bebo também, só pra socializar". Chopp é muito melhor mas, sem sombra de dúvidas, tequila domina minha preferência alcoolica.

  13. Rod Reis disse:

    Impressionante como o papo varia de Gordos e Bêbados pra Gordos e Boiolices…Isso até agora nos 20 primeiros mins. Vou continuar ouvindo pra ver se piora, haha.
    História de bebuns são sempre foda, muito bom o epi.!

    E Sr. Dudu, me considere para "Gordos e Bebuns parte 2"

  14. Tenho de admitir, o Flavio sabe como fazer um momento cultural de verdade! :-)

    Senhor Rod Reis, seu nome foi considerado pra esse primeiro programa sobre cachaça.Porém, como tu apareceu muito no PdG recentemente, acabou ficando de fora pro povo não começar a desconfiar que você nos paga mensalmente pra gravar. :-P

  15. Rod Reis disse:

    Posso suspender o cheque então?
    Mas de qualquer forma, espero q esse tema vire uma série e eu apareça em alguma edição dele. E é melhor dar um tempo tb para minha imagem não ficar muito desgastada…

  16. Edmilson disse:

    Baixandooo, vou sair hoje com a atrasada de novo! vamos ver quantos papo de gordo vou ouvir?

  17. Flávia Santos disse:

    Olááááá senhores (e dama)!

    Nesse podcast eu, provavelmente, estaria junto do Lúcio no limbo. Pois ééé… apesar de adorar ouvir historias de bebado, não tenho nenhuma minha para contar pelo simples fato de que não bebo. Segundo a lei, estou certa…
    Mas isso não quer dizer que eu não tenha historias de podres de colegas meus para contar! OHOHOHOHOHO! SIIIIIIM, tenho sim, e uma em especial, que fica para os emails, pois não quero me comprometer direto aqui nos comentários…
    Mas uma coisa eu já deixo registrada aqui: em tese, para meus colegas, uma vez eu bebi no aniversario de uma amiga. Mas isso é o que ELES pensam! Na tal da festa essa (que eu já não queria ir, pois era inverno, frio, tava chovendo e eu tinha mais o que fazer do que ir pra casa dos outros ver meus colegas bebados encherem a cara com o Velho Barreiro (cachça clássica daqui)), eu fiquei dê-lhe xingar os bebuns, enchendo o saco deles, rindo das gurias que caiam das cadeiras (rindo ALTO, apontando ainda!), olhando na cara deles e dizendo "Tu me decepciona…" e outras coisas do tipo, como fazer uma amiga da aniversariando achar até hoje que meu nome é Gabriela.
    Muito bem. Nessa festa, eu, que não bebo, já estava de saco cheio de filha-da-mãe chegar e dizer "Ah, não vai bebe?". E eu comecei a me invocar com aquilo, eu e uma amiga. Brilhante ideia que tivemos: fomos na cozinha da casa, pegamos um copo de cerveja e enchemos de coca-cola. Caracu instantanea! Pronto! E ainda deixamos os bebados procurando a tal Caracu o resto da noite! hehehe

    Muito bem, mestres. O resto dessas historias (e aliás essa festa aí que eu comentei teve ainda amigo meu sem conseguir abrir a porta do banheiro de tão mal e piscando sem compasso) eu conto via email ainda essa semana, se Deus quiser. E ah, só mais uma coisinha: como eu disse no email passado (lido pelo Dudu nesse cast!), graças a Deus que existe o Papo de Gordo para me consolar. SÉRIO!

    Abração gigantesco a todos vocês e até mais, pessoal!

    Flávia Santos, 17 anos
    Porto Alegre – RS

  18. Frisoni disse:

    Muito bom o episódio!
    Só eu notei uma revelação no mínimo comprometedora?
    Em certo momento, Alvaro afirma que a distância entre a bunda dele e o saco do Ricardo é de apenas dois dedinhos!!!
    Tirem suas conclusões! :D

    Abraços!

  19. Cássio disse:

    Muito, muito bom o episódio! Escutei no trabalho e tive q parar algumas vezes para segurar as risadas. (Demorei quatro horas para terminar de ouvir,)

    Um abração a todos!

    P.S.: Álvaro, seu viado, quando o ANA vai voltar?!

  20. Samuel Santos disse:

    Oba episodio novo!!!

    vou mostrar a minha namorada!

  21. João Victor disse:

    Nossa, muito bom o cast! otimo, altos papos hauhuhua escutei pela 3 vez já!

  22. André Zuil disse:

    Rapá, eu já tinha ouvido vários podcast sobre bebedeira, já participei até de 2 deles, mas nunca tinha ouvido tanta história bizarra como as Ricardo Ferro, parabéns Ricardo VC conseguiu deixar sua moral mais duvidosa que nunca!! heheh brincando, quem sou eu pra falar!!
    Parabéns pelo episódio, participação do Tapioca e do Alvaro foram a "cereja do bolo" hehe…
    Abvração queridos.

  23. Ricardo Ferro disse:

    Zuil

    Cara, eu tava bêbado, não lembrava de ter contado tanto… hahaha
    Na verdade, as histórias estão fora do contexto. Dudu que, com sua arte milenar da edição, colocou palavras na minha boca. Eu disse palavras.
    Eu nunca disse aquilo tudo ali. Nunca, juro.
    :-D

  24. Ricardo Ferro disse:

    Frisoni

    sim, o Álvaro disse o lance da distância de dois dedos.
    Mas acontece o seguinte: O Álvaro está em Miami e eu aqui em Salvador.
    Pra essa distância ser verdadeira, só no Google Earth, com o zoom beeeem afastado.
    Aliás, é a ÚNICA forma disso acontecer! haha

  25. Camila Téo disse:

    Oi pessoal tudo bem?
    Sou casada com o Jack desde que descobri o quão maravilhoso é o seu sabor, puro, sem gelo, sem nada, se possivel DUPLO (sim gente, é verdade), gosto de uisque purissimo, se colocar gelo estragou.
    Adorei este cast, principalmente a escolha da trilha, ideal para deixar a cara ainda mais cheia de uma outra bebida que gosto muito, sim, a cachaça, e também PURA, nada de limão ou outra coisinha pra amaciar não… Minhas preferidas são Triunpho (da Paraíba) e Pitú.
    Não bebo todos os dias, mas aprecio tomar umas as vezes, só as vezes, pois afinal, é bom ver o mundo girar, de outro ângulo…rs.
    Me acabei de rir com as maravilhosas histórias.
    Um GRANDE abraço

  26. Depois de um tempão sem ouvir nem comentar aqui, eu volto e em grande estilo.
    Pqp, man, eu ri demais com o cast! rsrsrs
    Vcs estavam inspirados. E eu só ficava concordando c/ a cabeça enquanto ria e lembrava das minhas resenhas envolvendo cachaça! ashasuhasuhasuas
    Vou mandar até email, contando uma deles! =p

  27. Ronald disse:

    Cara, tenho uma boa história de cachaça e gordice. Eu estava numa lanchonete com uma galera quando um amigo meu chegou todo alegre. Percebi que o cara tava bêbado e ele a todo momento falava que outro amigo nosso "D" estava ali. Mas não tinha ninguém, quando perguntei onde estava o "D" ele disse: Eita! Cadê? Fomos pra fora da lanchonete e o "D" tava caído na sarjeta. Meu amigo, um pouco melhor, vendo o "D" caído comprou uma paçoquinha pra ver se o "D" dava uma animada. Quando "D" pegou a paçoquinha fez que ia vomitar em cima dela. Mais que depressa meu outro amigo num pulo impossível para um bêbado pegou a paçoquinha da mão do "D" e disse: na paçoquinha não. E deu uma mordida. Moral da história, "D" foi carregado por nós até a sua casa, uns 5 KM.

  28. Gisa disse:

    Cara vodka com coca cola
    muito bom
    eu tomei muito disso quando morei em Recife
    O mais interessante que eu demoro pra ficar bebada. E muito!
    Nunca tinha ouvido, mas olha, parabens =]
    Ganharam mais uma ouvinte

  29. Primeiro podcast ouvido no ipad, e ainda fui citada pela Maira no abraço aos ouvintes!!
    Podcast mais q especial!!!!
    Só achei o Flavio meio calado, era saudade do momento cultural do tio lucio!ha ha
    Ricardo Ferro é uma figuraaaa ate hoje rio dele falando "…deu sono" falando q comeu 4 pães com canja e no banho de madrugada na filha no episodio 44!haha
    Nesse eps 51 eu tive q parar de trabalhar pra poder chorar de rir quando o Dr. Tapioca falando do Dudu e Romulo bebados… Bebados xingando o Tapioca no estacionamento e o chevette pqp ri d+++!!!!!!
    Ha ha ha o Alvaro tbm tava d+!!! Que venha o PdG 52!!!!!

  30. Muito engraçado! PQP! Por mais que tentasse controlar a risada dentro do ônibus para evitar que as pessoas me olhassem com aquela cara de "acho que ele é doido". Por isso ficava tentando segurar o riso, mas foi impossível! Mesmo quando estava andando na rua continuava a soltar risinhos abafados! Ai, ai… As histórias foram hilárias! Sobre o porre de vinho realmente é o pior que existe! O último porre que tomei daqueles de "beber até morrer" foi de vinho e [email protected]#$&, no dia seguinte eu vomitei tanto, mais tanto que chegou um momento que não havia nada para jogar para fora comecei a vomitar a bile! Cara, que negócio ruim! Parecia que eu vomitava óleo de fritura vendida no meio da rua com dois anos de validade vencida! Putz! Beber? No more!

  31. Senhores, temam o whisky!!! Já tomei um porre em que levei um tombo (abrindo um talho na nuca)e entrei no modo automático. Pelo que me contaram, já que estava no meio de um apagão, dirigi até o hospital, dei um espetáculo de escatologias, briguei com o prefeito (é sério, tenho fãs até hoje) e só fui voltar à consciência após uma boa dose de glicose, aplicada em outro hospital. Isso aconteceu há mais de 10 anos, mas os amigos não me deixam esquecer.

    O segredo da vodka é simples: beba quanto quiser em um prazo máximo de duas horas e meia, depois vá dormir. Se esse limite de tempo for excedido, reze… reze muito.

    Parabéns pelo programa, um dos melhores que fizeram.

    Abração.

    PS.: Tenho medo do Ricardo Ferro. ;-P

  32. Camila Téo disse:

    A igreja mundial dos bebados tem um hino, vocês viram isso?



    Um grande abraço

  33. L. R. Maruo disse:

    Parabéns por mais um episódio.

    Dudu bebendo… o que será mais que teria acontecido. Sabe que c* de bebado nao tem dono… entao se o cara fica varias vezes bebado… ja sabe o que acontece.

    Putz, que beleza hein? Também proibo os meus amigos de vomitarem no carro, mas nunca tive nenhum problema como o de voces, perder bolsa e tal.

    Fica um a parte a campanha… Volta Conrad. Quem seria o outro escape para ser zoado no programa ?

    Parabéns novamente e continuem no rumo.

  34. Almighty disse:

    Recentemente ouvi novamente o Piratacast 01, onde Vossa Obesidade Dudu Sales participou com outras celebridades de alto garbo e elegância. Esse Piratacast é um dos meus episódios favoritos de todos os podcasts que já ouvi. E este Papo de Gordo deu um ótimo complemento.

    Um abraço alcoolizado! =D

  35. olá, pessoal do Papo de gordo!

    kkkkk gente, este cast tah muito bom!

    Onde até no momento cultural deu pra morrer de rir! Mas após todas as histórias, eu desliguei o mp3 e: "Eu bebo…Água, que passarinho não bebe, que tubarão não nada" (a música não sai mais da minha cabeça! tah pior que ressaca!)

    adoro ouvir histórias de bêbado e, apesar de não beber muito, eu acredito no poder "socializador" da Cerveja, então não passo de um copinho pra "socializar" na roda.(o que já é suficiente pra me deixar a pessoa mais engraçada do mundo!)

    bjos

    ps.: a imagem q eu tenho de papai Noel é exatamente aquela que está no banner: ser degradante!

  36. Dalmo Bandeira disse:

    Fala, galera!

    Porra, esse PdG foi excelente! Tá no top junto com o "receitas bizarras", "anos 80" e "escola"… aliás, esse de bêbados foi o melhor de todos!

    Todo podcast deveria ter um episódio de histórias de bêbados…

    abraços!

  37. Camys Ribeiro disse:

    Quase me matei de rir onvindo essa edição do Papo de Gordo…principalmente por conta do tema, que muito me agrada: CACHAÇA!!

    Dentre as pérolas, D. Maira Moraes tentado falar TRÊS TOBLERONES, ou então contando do Parperfeito do Conrad foi pra lá de sensacional! A dificuldade em se exterminar Vampiras Lésbicas foi "fantardico" também! Mas concordo: a bagunça seria bem menor sem a presença dela!(caso ela se aborreça com meu comentário pode descontar no Dudu ou no Lúcio, ou em quem esteja mais perto!)

    Vcs são fantásticos!

    Beijos

    Camys

  38. Rafael Smok disse:

    Eu pensava que eu é que era o gordo bebado, mas o Dudu superou minhas expectativas eheheh. Agora quem me surpreendeu mesmo foi o Flavio, poxa vida como bom punk deveria ter historias oméricas de bebedeira! ehehhe

    RI DE MAIS COM ESSE EPISÓDIO!

    PARABEEEENNSSSS!!!!!

  39. Nossa! Episódio extremamente hilário e, por sinal, bem asqueroso, hehe. Mas afinal, toda ou quase toda história de bêbado tem de haver vômito mesmo. :P

    Não tem como segurar o riso ouvindo vocês contarem esses causos etílicos. Histórias insanamente alcoolicas assim são sempre bem vindas por parte dos podcasts. xD

    Eu nunca passei por nenhuma causo envolvendo consumo excessivo de bebida e espero que nunca passar, hehe, mas whatever, não faço questão de beber mesmo. :P

    Parabéns pelo episódio. Não ouvi todos os episódios do podcast, mas achei um dos melhores. :D

  40. Benedito Portela (Fo disse:

    Caramba, apesar de não beber mas ri muito e já escutei quatro vezes e acho que vou escutar novamente, esta muito bom mesmo! Eu me lembrei da turma do trabalho que saia pra beber nas sextas, as vezes eu ia ficava um pouco só pra conversar e claro comer os petiscos rsrsrs! Nas festas de fim de ano a turma queria me embebedar mas nunca conseguiram, quando eu não olhava ele colocavam cerveja na minha lata de coca, mas eu percebia pelo peso e não tomava! Poucas são minhas experiências com bebidas, a ultima foi uma dose de vinho por dia, aquele lance de faz bem pra saúde mas eu só tomei uns dois dias e pronto, oh vinho ruim! Quando tinha uns cinco anos estava na casa do meu tio, ele estava bebendo cerveja, deu pro meu primo e eu tb tomei um gole, achei muito ruim e nunca mais tomei cerveja, o meu primo virou caçaceiro raparigueiro, hoje ele tem alguns problemas mais sérios enquanto eu sofro mais com o trigliceridios e coluna! Depois aos doze eu achei uma garrafa de vodca, sobras do casamento da minha irmã, tomei um gole mas aquilo queima, e nunca mais tomei nada alcoólico, a exceção do vinho que falei antes!

    Curti muito o episódio e um abraço bem forte em todos!

    Bené

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *