Papo de Gordo 92 – Os Cinco Sentidos

Eduardo Sales Filho
@eduardo_sales

Publicado em 02 de julho de 2012

Audição, visão, olfato, paladar e tato (não é o do busão) fazem parte das nossas experiências gastronômicas, influenciando de alguma forma a maneira como nos relacionamos com a comida.  Eduardo Sales FilhoMaira MoraesLucio LuizFlavio Soares e o Dr. Tapioca recebem o convidado Lucas Radaelli (Ponto de Vista) para bater um papo sobre os cinco sentidos!

No programa de hoje, surpreenda-se com a revelação de que os cinco sentidos são na verdade doze,  aprenda como fazer buchada de bode e mininico de carneiro, saiba qual é a forma correta de se pedir uma salsicha em Curitiba, entenda porque o nariz entupido deixa a comida sem gosto, descubra quem adorar comer com a mão e conheça um pouco mais da milenar tradição culinária japonesa.

Prepare-se para rir e sentir fome, pois o Podcast Papo de Gordo vai abrir o seu apetite!

Duração: 96 minutos

COMENTADO NA LEITURA DE E-MAILS

A volta do podcast Máquina do Tempo
Pense Forrest Pense
Curta a fanpage do Papo de Gordo no Facebook
Siga o Papo de Gordo no Twitter

LINKS RELACIONADOS AO EPISÓDIO

Os cinco sentidos do feto
Uma delícia de jantar… no escuro!

 E-MAIL

Gostou do podcast? Você já explodiu alguma panela de pressão? Adora o barulho de fritura? Curte comidas crocantes? Sente nojinho de lasanha em restaurantes à quilo? Teria coragem de encarar um churrasco de jabá? Come pimenta sem medo? Então mande um e-mail pra gente contando tudo: [email protected]

RSS e iTunes

Assine o feed do Papo de Gordo no seu agregador de RSS ou clique aqui para assinar diretamente no iTunes.

iPhone ou iPad

Ouça o Papo de Gordo em seu iPhone ou iPad clicando aqui e selecionando a opção “assinar”. Caso ainda não tenha o aplicativo “Podcasts” em seu aparelho, baixe-o gratuitamente clicando aqui.

MANUAL DE INSTRUÇÕES

Aperte o PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD com o botão direito do mouse e escolha a opção “Salvar Destino Como” para baixar o arquivo no formato MP3. Ou clique aqui para a versão zipada.

Publicidade

Comente no Facebook

Comente no Site

56 respostas para “Papo de Gordo 92 – Os Cinco Sentidos”

  1. Alexandre NerdMaster disse:

    Será que fui o primeiro?

  2. Matheus Peixoto disse:

    F5 Freak :P

  3. Fernando (@fminotto) disse:

    Pra completar a segunda feira só estava faltando o querido @PapoDeGordo!

    Abraços!

  4. Alexandre NerdMaster disse:

    Obrigado, obrigado!!

  5. O som que mais gosto é daquela bala em pó que estoura na boca… inesquecivel… rsrsrs

  6. Paulo Castro disse:

    Estava aguardando o 92. Vou baixá-lo e ouvi-lo o quanto antes.
    Abraços.

  7. Gabriela disse:

    Olá queridos!

    Sou a Gabriela, 24 anos, 1m70 de altura e 107 kg.

    Faz tempo que eu ouço o podcast, mas esse é o meu primeiro comentário. Adoro o podcast de vocês!!!
    Tenho algo a declarar: Eu, como uma pessoa nascida em Osasco, digo: Cachorro quente sem purê, não é cachorro quente! rs!

    Bjos!

  8. Samuel Santos disse:

    Muuuuuuuuuuuuuuuito bom o cast.
    Adorei as musicas q tocaram no programa.

  9. Morbeck disse:

    Lembro de um dos melhores livros que já li na vida “As Minas do Rei Salomão”, numa determinada parte eles (um grupo de 4 ou 5 pessoas) estão atravessando uma montanha e está muito frio, eles entram numa caverna ficam bem juntos para vencer o frio, agora pra vencer a fome o que eles fazem é pensar numa comida e pensar no cheiro dela e dizem que isso faria a fome diminuir, meio como se o corpo fosse se satisfazer um pouco com essa atitude. Apesar de ser um livro de fantasia, sempre fiquei na dúvida se isso é verdade, ou funciona mesmo que pouco. A única coisa que eu sei é que quando a gente não se alimenta no horário rotineiro a fome diminui.

    Enfim, mais um ótimo podcast, vocês são fera ;)

  10. Márcio Joke disse:

    Para nóooooooossa alegria!!!!

  11. Thiago H disse:

    Podcast muito foda.
    Nada mais.

  12. Edmilson disse:

    Depois de ouvir este cast me lembrei do show nois na fita em que tinha a menção ao tatona parte do falando cospindo, “não adianta você tentar escapar porque a baba vèm na sua cara e nesse momento você percebe a sensibilidade da pele humana para a baba[…] se uma gota de baba toca a sua pele você percebe na hora” É tato, é paladar, é oufato, é tudo junto, eita situação desagradável.

    E falando nele seria show uma participação dele no cast um dia desses. Ainda mais com o show dele lente de aumento, recomendo!

  13. Recebi um abraço nesse programa, me senti amado. :P
    Eu não gosto de purê de batata no Cachorro Quente, mas sou tão gordo que, quando fazemos cachorro quente aqui, cortamos a salsicha em rodelas e fazemos um hot dog com o pão aberto – é óbvio que acima da salsicha com molho vai uma montanha de gordices: milho e ervilha, batata palha, queijo ralado e quem sabe até um pano de prato que estiver perdido por ali…
    Adorei o programa e achei a trilha sonora boa demais.

  14. Ricardo Ferro disse:

    Ainda vou ouvir. Certamente volto pra comentar. Mas antes queria dizer que se eu tivesse participado não teria como deixar de comentar a minha maior curiosidade sobre a cegueira. Falo disso numa postagem do meu blog: http://caodalua.wordpress.com/2011/01/20/de-como-um-acontecimento-banal-responde-uma-grande-questao-da-humanidade/

    • Mi disse:

      Confesso que eu estava curiosa sobre a tua pergunta e quando li, queria te mandar longe! kkk
      Minha maior dúvida sobre a pessoa cega é saber como ela lida com as cédulas de dinheiro… moeda é fácil tatear e saber o valor,… será que as cédulas tem alguma dica pra essas pessoas não se confundirem?

    • Sabendo que tu ia perguntar isso, fiquei até feliz por você não ter participado. :-P

  15. Ricardo Ferro disse:

    Uma das minhas dúvidas com o Lucas – que eu explicitaria se tivesse participado do programa – deixei aqui nessa opstagem do meu blog: http://caodalua.wordpress.com/2011/01/20/de-como-um-acontecimento-banal-responde-uma-grande-questao-da-humanidade/

  16. Patrick Murta disse:

    Excelente podcast! Mais uma vez ri muito com vcs.

    Aproveitando, vcs citaram o famoso cachorro quente paulista com purê de batatas, mas duvido que tenham visto algum cachorro quente com FAROFA, com direito até a torresmo!!!

    Pasmem ele existe e é meio que tradicional no bairro que eu moro. Desde os meus 15 anos eu como, e é muito bom, apesar de inusitado.

    Se duvidarem eu posso tirar fotos pra provar.

    27 anos / BH / 104kg

  17. Rafael disse:

    a hora q a Dona Maira Moraes fala quando a pessoa sente o cheiro da “bu”…chada e o Dudu ri. É impagável hahahahaha ri mt !

  18. aLx disse:

    Grande podcast, Fofinhos!

    Excelente participação do Lucas Radaeli!!! Excelente!

    Embora, errônea!

    Caro Lucas, atribuo-te a alcunha de LOUCO! Como assim purê de batata não combina com cachorro quente?

    Em Franca, onde morava, existe uma lanchonete chamada DOGS PALADAR que é famosa por fazer os cachorros quentes mais exagerados quando um pão pode aguentar!

    O Cachorro Quente básico lá contém:
    – Pão Especial (beeeem maior que os normais)
    – 3 Salsichas
    – Frango Desfiado
    – Batata Palha
    – Maionese
    – KetChup
    – Mostarda – opcional … nota mental: tudo é opcional!
    – Purê de Batata
    – Bacon picado no molho do Frango desfiado

    E é fantástico!

    Menos uma vez que a maionese estava estragada e causou uma caganeira generalizada no bairro, o que atribuiu um apelido ao Dogs Paladar, que depois ficou conhecido com Dogs Vai Cagar!

    Fígado é o meu ponto fraco, Dudu. Compartilhamos desta fraqueza! Se alguém se servir de fígado, sento em outra mesa, beeeem distante e não volto a falar com a pessoa!

    kkkk

    Farofa com miúdos é sacanagem! Separar os miúdos é um inferno. Pior que comer peixe com muito espinho!

    Comer com a mão, minha mãe fazia um bolinho desses como foi explicado. Ela colocava bastante feijão, arroz e carne picadinha. Era uma delícia. Embora eu não tenha nascido na Bahia, meus avós maternos são destes lados aí!

    Minha mãe dizia que esta comida era conhecida por MACACO! Era uma festa comer macaco!!!

    E pra terminar, queria dizer que considero o pão o prato ideal! Acho que toda comida devia ser servida sobre pão! É o prato mais prático que existe!!! Depois da refeição, você COME o prato ao invés de ter que lavá-lo!

    Exemplos:
    – Cachorro quente
    – Sopa do Fran’s Café

    Concordam?

    Abraços.

    Parabéns pelo programa novamente!

    aLx

  19. Belo cast e a participação do Lucas foi muito legal, já com tio Lucio espero que ele largue logo essa vida de visitar o banheiro a cada 2 segundos rsrsrs, um forte abraço para todos e espero que nas férias que vou ter logo após o último semestre de Faculdade e com o meu descanso ai em Sampa quem sabe marcamos lá na Limited Edition Eduardo e finalmente conheço a galera do Papo de Gordo ou na Campus Party.

    Abraços.

  20. PQP, Lúcio, eu já fiz a mesma coisa sem querer: coloquei adoçante na alface que sempre procuro colocar no prato, achando que era sal, fui comer e comecei a estranhar o sabor, um tanto “adocicado”. Só que contaminou o prato inteiro, e não consegui terminar o almoço, de tão ruim que ficou. Foi traumático, e até hoje checo umas TRÊS VEZES se peguei o sachê certo (mesmo sabendo que ele é o menor de todos, na mesa)

  21. Charles Alves disse:

    Olá amigos de peso!
    Ouço o podcast já faz um tempo mas nunca tinha comentado.
    Por coincidência vocês comentaram sobre panelas de pressão explodindo e na semana passada uma explodiu na casa da minha sogra.
    Por sorte dela, a máquina de lavar roupas tinha parado de trabalhar e ela saiu da cozinha para pendurar a roupa quando a panela explodiu.

    Cara, o estrago que uma panela faz quando explode é impressionante. O fogão ficou completamente destruído e a cozinha tinha sopa em boa parte do teto.
    Se quiserem posso mandar as fotos para vocês compartilharem aqui.

    O mais legal foi o pensamento da minha sobra ao ouvir o estrondo: “Ahh esses corinthianos, jogaram um rojão aqui em casa e quebraram minha janela!”.

    É isso aí, continuem o bom trabalho!

  22. Oi amigos, muito bom! Ouvido o cast percebi que, pode ser pelo cheiro de queijo frito que senti quando criança, que eu criei o nojo de queijo e não como até hoje! Um coisa interessante, mas que não tem haver com comida mas acho valido falar, quando vou pegar uma musica, e esta muito difícil entender que nota esta tocando, eu fecho os olhos e praticamente a audição melhora, então percebi que a visão toma muito processamento do celebro fazendo com que os outros sentidos fiquem em ultimo plano! Tempos depois, vi uma reportagem falando que os olhos passam uma pequena parte da imagem ao celebro e ele tem fazer a montagem da imagem, dai o grande uso de processamento! Quem é cego pode se notar como a audição e o ofato estão aguçados, não é só questão de ter os sentidos melhores, mas sim do celebro dar mais atenção a eles! Lembro como é legal escutar musica com fones e de olhos fechados, eu acho que nos, por darmos muita atenção a visão, perdemos várias experiencias que os outros sentidos podem nos dar!

    Valeu!
    Bené

  23. Não é a reportagem que falei, mas achei interessante e me lembrei muito do Tio Lúcio, não sei o porque? rs

    http://www.youtube.com/watch?v=fpn_Yy1kLBQ

    Bené

  24. Diogo Lopes Bastos disse:

    Ótimo programa, a participação do Lucas foi sensacional , deveriam chamar ele mais vezes. Concordo que o olfato é algo que pode até mesmo enganar o seu estomago, hoje mesmo estava passando de ônibus e sentir um cheiro delicioso de churrasquinho de gato. Quando vou no self-service e tem coxa frango com osso não fico com nenhuma vergonha de pegar e comer com a mão.

  25. Vovô Mark disse:

    todos os pratos que eu preparo tem uma aparência aterrorizante mas o gosto é sempre delicioso.. não tem muita coisa estranha no cheiro quando está pronto.. só no dia seguinte mesmo. e o tato é realmente muito sensível.

  26. Márcio Tomimoto disse:

    Olá amigos de peso!!

    Moro no Japão e tenho um recadinho para os amantes da culinária japonesa…

    Existe uma pequena(talvez grande) diferença em comer comida japonesa no Brasil e comer comida japonesa no Japão,pois no Brasil tudo vai tempero ao contrário do Japão que nada vai tempero e quando vai é a base de shoyu e açúcar (isso mesmo!!) pois se come mais comida doce do que salgada aqui.
    O costume aqui é ao invés de temperar a carne antes de assar ou fritar (seja de boi,frango…), é mergulhar e algum tipo de molho e mandar pra dentro.

    Será preguiça???

    Pois pra mim o sushi foi na verdade um ato de extrema preguiça que deu certo.
    O japa tava com tanta preguiça(isso mesmo,existe japonês preguiçoso e como!!) de fritar o peixe que enrolou crú no arroz,molhou no shoyu,mandou pra dentro,gostou e acabou virando moda!!!!

    Um grande abraço para todos!!

    @marciojoke

  27. João Vitor Leite dos Santos disse:

    olá pessoinhas gordinhas do papo de gordo me chamo João Vitor e tenho 11 anos(isso mesmo 11)e escuto o papo de gordo desde o dia que estreiou e esse e meu primeiro comentario então vou dizer que eu sempre,sempre,sempre quis mandar um abraço para o pessoal do pdg para começar um abraço para o dudu pois me divertiu todos esses tres anos,um beijo enorme para dona maira morais pois e muito louca e divertida e eu sou seu fã numero 1,pro tio lucio um obrigado por todos os momento tortura (cultural)do tio lucio e pro conrad não sei o dudu pode dividir o abraço :D continuem como sempre divertidindo todos os gordos desse mundo

  28. Phillipe Forte disse:

    Só por causa dos mimis estou aqui. Só pra avisar q o papo de gordo históricos são os melhores.

  29. Igor Gudima disse:

    Fala pessoal, tudo bom?

    Ótimo cast, como sempre! Eu sou meio fresco pra comer, mas descobri que gosto de algumas coisas que vocês falaram que não gostam, como fígado e língua. Então, me senti melhor! Hahahaha!

    Aproveitando, me junto ao coro pra falar que cachorro quente tem que ter sim purê! É a técnica perfeita! :)

    Continuem com ótimo trabalho de sempre! Ah, foi bem legal conhecer o Dudu no Youpix. Abraços!

  30. Diego Luiz disse:

    Olá pessoal,

    Esse cast foi tão bacana que ouvi duas vezes.
    Eu parei de comer carne já há alguns anos, nunca digeri muito bem a proteína nessa condição condensada (rs), parei e agora passo muito bem depois das refeições, mas isso não diminuiu meu prazer em sentir o cheiro que um bom churrasco ou mesmo algumas carnes assadas em chapa com cebolas e pimentões (os quais eu depois como!).

    Resolvi escrever para explicar uma coisa sobre o gás do refrigerante. Quando abre uma garrafa pela primeira vez, sai muito mais gás do que nas próximas principalmente porque para transportar e comercializar a bebida no PET (principalmente), a garrafa deve estar pressurizada para ter resistência mecânica e não se deformar (mesma ideia para a latinha de alumínio). Então quando você “perde” aquele gás na primeira abertura, na verdade você “já fez o uso dele”!
    Abraço e parabéns pessoal!

  31. Leo Luz disse:

    O mais engraçado foi eu pensar que o Tato estaria participando do programa. E a cada menção do nome do Tarcan eu começava a rir igual a um louco pensando que era sobre ele a história!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *