Em 2016

Eduardo Sales Filho
@eduardo_sales

Publicado em 31 de dezembro de 2016

Em 2016 completei 40 anos de vida e bebi muito para celebrar essa data!
Em 2016 bebi muito para celebrar outras ocasiões também, mas isso não vem ao caso agora…
Em 2016 entrei em vários grupos de ex-colegas de escola e me vi em uma verdadeira viagem ao passado.
Em 2016 viajei para Las Vegas e me diverti como nunca!
Em 2016 eu casei duas vezes com Dona Maira Moraes só pra provar que amor nunca é demais.
Em 2016 entrei em tantas brigas e discussões idiotas na internet que prometi a mim mesmo ficar longe de polêmicas sempre que possível.
Em 2016 criei dois novos podcasts porque claramente não tenho nada melhor pra fazer da vida.
Em 2016 viajei muito. Acho que este foi o ano em que mais vezes entrei em um avião.
Em 2016 fiquei cara a cara (ou quase) com um alligator e até achei o bichinho bem simpático.
Em 2016 fui um mau menino e apanhei no bumbum porque não comi meu lanche inteiro.
Em 2016 passei uma semana num resort all-inclusive e mudei completamente o meu conceito sobre o que deveriam ser as férias ideais.
Em 2016 enfrentei problemas financeiros e me preocupa saber que eles ainda não foram solucionados.
Em 2016 assisti amigos perdendo empregos, mas também pude ver minha sobrinha LINDA começando sua carreira profissional na área que sempre desejou.
Em 2016 participei de eventos gastronômicos e nerds. Adorei todos!
Em 2016 descobri que gente chique mesmo só vai na sala VIP do cinema.
Em 2016 recebi vários amigos em casa e espero repetir a dose no ano que está chegando.
Em 2016 adotei a dieta Paleo e fico feliz em contar que perdi 25kg em 8 meses. Tá certo que recuperei alguns no Natal, mas em janeiro eu me livro deles de novo.
Em 2016 chorei durante o #EncontroPodcast e fiquei ainda mais apaixonado por essa mídia maravilhosa.
Em 2016 fui diversas vezes para a Bahia e estive mais perto da minha família.
Em 2016 virei youtuber! Pois é… por essa ninguém esperava, né?

2016 foi um ano de turbulências políticas e econômicas com direito a muitas mudanças e quebras de paradigma. Não foi fácil manter o otimismo diante de tanta coisa ruim que rolou, mas como sou uma eterna Pollyanna, tenho certeza que no futuro irei lembrar apenas das coisas boas que aconteceram nestes doze meses.

Gostaria de aproveitar este momento para agradecer a todos vocês que, de uma maneira ou de outra, estiveram presentes em minha vida nos últimos 365 dias, e desejar um 2017 com tudo aquilo que sempre sonhamos, mas ainda não conseguimos.

Feliz Ano Novo!

Para acompanhar as minhas retrospectivas pessoais de 2007, 2008, 2009, 2010, 2011201220132014 e 2015 é só seguir os links.

Publicidade

loading...

Comente no Facebook

Comente no Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *