Em 2017

Eduardo Sales Filho
@eduardo_sales

Publicado em 31 de dezembro de 2017

Em 2017 eu tomei sorvete de queijo com bacon e achei uma merda.
Em 2017 levei minha mãe para celebrar o ano novo chinês e ela adorou.
Em 2017 parei de falar sobre política nas redes sociais e, em troca, ganhei paz de espírito.
Em 2017 curti uma melancolia gostosa com La La Land.
Em 2017 celebrei ao lado dos amigos várias das suas vitórias e conquistas.
Em 2017 mudei de casa, de local de trabalho e de cargo. Muitas mudanças pra uma pessoa que odeia isso.
Em 2017 transformei minha mãe numa youtuber!
Em 2017 a vida me afastou de alguns bons amigos e me aproximou de outros.
Em 2017 fui poucas vezes para Bahia e tive de aguentar as saudades da família.
Em 2017 tive a honra de assistir aos grandes clássicos de John Williams tocados pela Orquestra Sinfônica de São Paulo e achei sensacional!
Em 2017 me agarrei na fé pra conseguir aguentar os momentos mais difíceis do ano.
Em 2017 amarguei uma das maiores crises financeiras da minha vida e infelizmente ela ainda não acabou.
Em 2017 finalmente experimentei o famoso “lamén” e tudo que posso dizer é que continuo sem gostar de comida japonesa.
Em 2017 voltei a andar regularmente de ônibus e tô bem de boas com isso.
Em 2017 gravei um Papo de Gordo ao vivo e curti demais a experiência de ter uma plateia nos assistindo em tempo real.
Em 2017 foi bom demais rever os amigos em mais uma edição da #CCXP e do #EncontroPodcast.
Em 2017 segui na dieta Paleo e consegui me livrar de 30kg desde que comecei.
Em 2017 gravei MUITOS podcasts. Bem mais do que estava acostumado.
Em 2017 apanhei da vida como o Stallone nos filmes do Rocky, mas continuo por aqui.
Em 2017 perdi minha mãe e agora preciso aprender a viver sem ela. Não vai ser fácil. :-/

2017 foi um dos anos mais difíceis da minha vida. Tanta coisa deu errado que só me resta agradecer por ele ter chegado ao fim. Sei que essa sensação amarga na garganta ainda vai me perseguir por um bom tempo mas espero que, no futuro, eu só consiga lembrar das coisas boas que aconteceram e apague todo o resto.

Gostaria de aproveitar este momento para agradecer a todos vocês que, de uma maneira ou de outra, estiveram presentes em minha vida nos últimos 365 dias, e desejar um 2018 com tudo aquilo que sempre sonhamos, mas ainda não conseguimos. Afinal ano que vem é um ano par e eu adoro anos pares.

Feliz Ano Novo!

Para acompanhar as minhas retrospectivas pessoais de 2007, 2008, 2009, 2010, 20112012201320142015 e 2016 é só seguir os links.

Publicidade

Comente no Facebook

Comente no Site

Uma resposta para “Em 2017”

  1. […] minhas retrospectivas pessoais de 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017 é só seguir os […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *