Em 2018

Eduardo Sales Filho
@eduardo_sales

Publicado em 31 de dezembro de 2018


Em 2018 eu conheci o Pescador Parrudo!
Em 2018 fui curtir os bloquinhos de carnaval de São Paulo e tive a certeza que estou velho demais pra isso.
Em 2018 encontrei com os amigos sempre que possível e quero fazer disso um hábito.
Em 2018 abandonei a dieta Paleo porque estou focado em curar minha alma antes do corpo. Mas em breve eu volto pra ela.
Em 2018 fui chamado de coxinha e de comunista, mas consegui passar todo o período das eleições sem brigar com ninguém.
Em 2018 fiz mais uma edição do Papo de Gordo na Copa e me permiti acompanhar futebol enlouquecidamente por 30 dias… depois disso voltei ao normal.
Em 2018 tirei a barba pra matar as saudades do meu rosto, mas isso durou pouco.
Em 2018 tive a honra de fazer parte da organização de mais uma PodPesquisa e curti demais o resultado.
Em 2018 o Papo de Gordo completou 10 anos no ar. Admito que não achava que chegaria tão longe…
Em 2018 viajei para Bahia muitas vezes para tentar ficar o maior tempo possível com a minha família.
Em 2018 usei o meu carro tão pouco que comecei a questionar se realmente preciso dele.
Em 2018 visitei museus e voltei a frequentar cinemas regularmente.
Em 2018 um ciclo se fechou em minha vida profissional e um outro começou.
Em 2018 voltei a falar em inglês com frequência.
Em 2018 trabalhei muito. Mais até do que eu achei que conseguiria.
Em 2018 parei de fazer vídeos para o Youtube com regularidade e foquei meus esforços naquilo que realmente gosto: podcasts.
Em 2018 me senti cansado na maior parte do tempo.
Em 2018 bebi muito café. Tipo assim, muito mesmo!
Em 2018 precisei aprender a viver sem a minha mãe. Tenho certeza que essa será a missão mais difícil da minha vida.
Em 2018, quando estava quase recuperando meu equilíbrio emocional, tive que me despedir da minha segunda mãe.

2018 não foi tão ruim quanto o desastre chamado 2017, mas chegou bem perto. Esse ano definitivamente não foi fácil. Espero que, no futuro, eu só consiga lembrar das coisas boas e apague todo o resto das minhas lembranças.

Gostaria de aproveitar este momento para agradecer a todos vocês que, de uma maneira ou de outra, estiveram presentes em minha vida nos últimos 365 dias, e desejar um 2019 com tudo aquilo que sempre sonhamos, mas ainda não conseguimos.

Feliz Ano Novo!

Para acompanhar as minhas retrospectivas pessoais de 2007, 2008, 2009, 2010, 20112012201320142015, 2016 e 2017 é só seguir os links.

Publicidade

Comente no Facebook

Comente no Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *