Papo de Gordo 110 – O Tempo

Eduardo Sales Filho
@eduardo_sales

Publicado em 30 de março de 2013

Papo de Gordo 110 - O Tempo

Todo mundo fica pensando na vida de vez em quando, não é? Imaginando o que fez de certo ou errado e se ainda dá tempo de realizar os seus sonhos. Foi com isso em mente que Eduardo Sales Filho, Maira Moraes, Lucio LuizFlavio SoaresDr. Tapioca e Ricardo Ferro se juntaram para bater um papo sobre a entidade que conduz os nossos dias: o tempo, aquele filho da puta!

No programa de hoje, saiba porque a adolescência cresceu e deixou a infância menor, entenda como a relação com o tempo vai mudando a medida que ficamos mais velhos, descubra quem não suporta perder tempo assistindo vídeos longos na internet, aprenda como se vingar dos seus filhos quando eles se tornarem adolescentes e surpreenda-se com a profissão do Ricardo Ferro.

Ajuste o seu relógio e venha gastar um pouco do seu tempo com a gente, pois o Podcast Papo de Gordo está começando!

Duração: 74 minutos

PAPO DE GORDO CAFÉ – ASSISTA À GRAVAÇÃO AO VIVO

Data: 08/04
Horário: 22h
Onde: Página do Papo de Gordo no Google+

REDES SOCIAIS

Curta a fanpage do Papo de Gordo no Facebook
Siga o Papo de Gordo no Twitter
Assine o canal do Papo de Gordo no YouTube
Papo de Gordo no Google Plus
Papo de Gordo no YouTuner

Riceguy:

*Dudu no Nerdcast
*Camila no Podcast Cultural NOT

LINKS RELACIONADOS AO EPISÓDIO

São Paulo é uma cidade doente

E-MAIL

Gostou do podcast? Quantas horas você consegue dormir por noite? Fica paranóico com o conceito de perder tempo? Dedica-se ao ócio criativo de vez em quando? Acredita em inferno astral? Acha que ainda tem tempo para fazer todas as coisas que gostaria? Então mande um e-mail pra gente contando tudo: [email protected]

RSS e iTunes

Assine o feed do Papo de Gordo no seu agregador de RSS ou clique aqui para assinar diretamente no iTunes.

iPhone ou iPad

Ouça o Papo de Gordo em seu iPhone ou iPad clicando aqui e selecionando a opção “assinar”. Caso tenha alguma dúvida ou dificuldade, pode clicar aqui para saber como assinar diretamente do aparelho.

MANUAL DE INSTRUÇÕES

Aperte o PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD com o botão direito do mouse e escolha a opção “Salvar Link Como” para baixar o arquivo no formato MP3. Ou clique aqui para a versão zipada.

Publicidade

Comente no Facebook

Comente no Site

31 respostas para “Papo de Gordo 110 – O Tempo”

  1. Sérgio Roberto disse:

    Ouvir o Papo de Gordo Nunca é perder tempo AMO o programa e admiro a sinceridade dos Gordos.

  2. Bruno Eduardo disse:

    Baixando :) ( falta apenas 40 ep para eu terminar a maratona )

  3. Patricia disse:

    Equipe de peso, saudações! Tempo. Medida relativa e não renovável! O tempo (nem o Direito) não socorre aos que dormem. Mas, como eu sou boa de cama (adoro dormir….), que o tempo esperneie só mais um pouquinho. Ah, que vocês entendam “tempo” como o despertador digital que fica no meu criado mudo…abraços para todo mundo! God bless w’all and save the marula trees.

  4. Enrico disse:

    dudu Eu quando vo ver um video eu deixo o video rolando em um monitor e vo jogando no outro

  5. Diogo Lopes Bastos disse:

    Boa noite pessoal, posso falar que o tempo pode ser nosso aliado e inimigo, quando estamos fazendo algo concentrado e que gosta ele demora para passar (como escrever um texto, jogar um game, ir no cinema). Mas quando está fazendo uma prova de faculdade ou concurso público ele passa voando, só para te deixar desesperado.

  6. O Papo de Gordo anda filosófico. Mas foi muito bom esse episódio. Dia desses até escrevi um texto sobre o tempo que a depressão me “roubou”, anos da minha vida que são inexistentes e que fazem com que meu tempo cronológico não seja mais igual ao meu tempo mental. Como sempre adoro vocês!
    P.S.: Eu estou esperando um cast sobre compulsão alimentar!

  7. Francinny Mora disse:

    Esse episódio me deu ansiedade e medo de envelhecer…

    E eu concordo com dona Maira Moraes e o Tio Flávio, existe inferno astral sim!!! Os meus são terríveis, sempre duas semanas antes tudo dá errado…

    beijo seus lindos!!!

  8. Oi amigos desprovidos de tempo para realizar todos os seus desejos, rs, piadinha besta! Muito bom o cast, ouvindo ainda com o peso da dor, da perda do Lucas, ficou bem reflexivo, como a vida pode ser curta, se estamos sabendo usar o nosso tempo com o que realmente é importante! Ouvido as estórias, me lembrei de um pensamento, achei um site para que não transcreve todo aqui:

    http://www.belasmensagens.com.br/reflexao/pedras-grandes-na-vida-2182.html

    Acho que se encaixa bem, ainda um trocadilho mesmo sem querer rs Agora por experiência própria, não espere para que as coisas melhores para por a frente um projeto, no meu caso o tempo esta passando, as dores no corpo aumentando, e descobri, que por mais que espere, as coisas só pioram, então enquanto tenham forças e sonhos, façam de tudo para o realizarem!
    Fiquei pensado, uma vez quando fui ao médico, ele me mandou fazer exercícios, eu de cara falei da falta de tempo e ele me reclamou, nós usamos o termo erradamente, não seria falta de tempo mas sim falta de interesse ou desorganização mesmo, e o coitado do tempo, é que sempre leva a culpa!
    Valeu!
    Bené

  9. Ricardo Ferro disse:

    Eu nem consegui dizer tudo o que pensava a respeito do tempo. Na minha conversa inicial, quando sugeri o tema ao Dudu, meus questionamentos sobre esse filho da puta (o tempo, não o Dudu!) eram maiores. Mas a conversa no podcast puxa um assunto, depois puxa outro, eu me perco.
    Cheguei a escrever um texto enxuto – e o Dudu reclamou que eu deveria ter escrito mais – e publiquei aqui:
    http://caodalua.wordpress.com/2013/03/28/o-tempo-nao-existe/

  10. MauBirochi disse:

    Caras, ótimo PodCast, adorei o Momento Cultural do Tio Lúcio , dei muitas risadas . Ainda não acabei de ouvir, mas em muitos momentos o que vcs falaram me deixou pensativo.
    Eu estou com a idade dos Nerds , 42 , e estou mudando radicalmente minha vida profissional , deixando a fábrica para abrir uma loja acessórios para celulares , estou animado, mas é o que vcs falaram, por conta da idade, não posso pensar em errar, pq com uma família para sustentar não posso me dar a este luxo.
    Bom , um grande beijo para vcs e deixa eu terminar de ouvir o cast

  11. MauBirochi disse:

    Esqueci de comentar, até a uns anos atrás eu gostava fizessem festa de aniversário para mim, mas este ano, principalmente, fiquei de tão mal humor que não quis nada,fomos até uma pizzaria do bairro e comemos uma piazza e só, as crianças não gostaram mas para mim foi melhor assim.

  12. Guilherme Couto Pereira disse:

    O episódio está MUITO BOM! Mesmo. A trilha sonora está ótima, a conversa fluiu bacana, e mesmo com um tema tão abrangente e relativo (sem trocadilho), todos os podcasters se soltaram.
    Mas inevitavelmente, a gente termina o podcast meio melancólico. Pensando no tempo, esse grandessíssimo filho da [email protected] E em tudo que a gente perde, e em tudo que a gente quer fazer e não dá…

  13. Trumaê disse:

    Muito bom. Um dos melhores ate agora. Quem tem por volta de 40 anos se identificou e com alguns trechos ficou tocado, com certeza. A partir deste podcast, os anseios e frustracoes humanas tambem serao abordados? O nome do podcast será trocado? Será “Papo de gordo velho”?

    • Eu recebi muitos comentários dizendo que adoraram este cast porque o Papo de Gordo não é formado por adolescentes de 30 anos e que a gente sempre dá um jeito de puxar um lado mais sério/contemplativo dos temas. Gostei de ouvir isso, mesmo sem entender exatamente o que significa.
      Mas não se preocupe, pois apesar dessa característica que acabei de comentar, nosso programa não vai virar só um papo de gordos velhos. :-P

  14. Galera, eu raramente – ou nunca – comento. Coisa feia, né? Ainda mais de um podcaster pra outros… mas… :D

    Dessa vez vocês acertaram em cheio, muitas das angustias que vocês falaram eu passo. Com dois filhos, eu dou atenção a eles, a minha mulher e família, mas estou começando a ficar sem tempo de correr atrás dos meus sonhos, os quais já estão ficando tão distantes que começam a perder a forma. E então penso nisso, se eu me apresentar para eles como alguém vazio, sem prazeres ou sonhos pelos quais vale a pena perseguir, não estou me mostrando apenas pelo lado material? Por mais que me divirta com eles, quais são os exemplos que eles vão observar para seguir?

    Esse tema, pra quem está com 36 e dois filhos, é punk. :D

    Obrigado pelo papo.

    P.S.: Dudu, qnd te conheci vc não parecia ter 37 não, fica tranquilo. Tá parecendo com uns 36,5. :D

  15. Kio (Caio Cesar) - 41 anos - Salto/SP disse:

    Olá, amigos de peso.

    Tenho tanto, mas tanto para falar sobre o tempo que vou resumir tudo de forma mais simples: concordo em grande parte com as forma que Flávio, Ricardo e Tapioca descreveram as temeridades que o tempo nos traz. E a forma como tentamos lidar com isso.

    Confesso que procuro não pensar muito a respeito, acreditando (ou me fazendo acreditar) que o está sendo feito é o que PODE ser feito, afinal muita coisa não depende só de nossas vontades.

    Ainda sinto muito pela passagem do Lucas. Venho ouvindo os demais podcasts e sempre retorna um pouquinho da dor quando ele é citado ou – mais ainda – quando algum áudio seu é inserido.

    Parabéns pelo tema, senhores.

    Abração.

    Atualizando: diagramador – 97 quilos.

  16. EmersonMH disse:

    O comentário do Tapioca sobre o Two and a Half Men de que não há vida intestinal que dê conta de tanta leitura e o Lúcio dizendo: “depende”, já foi o suficiente pra dizer que esse episódio fez valer o meu tempo.

    “Ninguém consegue se concentrar só no cocô, a não ser que esteja com diarréia” tb vai ficar na história…rs

    Lucio, eu tb li a trilogia Lord of the Rings em poucos dias, mas, em compensação, as crônicas de gelo e fogo, de que gosto muito, está me dando trabalho e tô levando , em média, um mês pra cada livro (leio sempre em inglês e o George R.R. Martin é difícil de entender).

  17. Glicia disse:

    Falando em tempo o proximo episodio sera no dia do meu aniversariooo, obrigada antecipadamente, pois, espero ansiosa cada podcast e esse vou fazer de conta q é meu presente rsrsr, bjos nos corações de vcs seus lindos ;)

  18. Grazi-k disse:

    Muito legal o programa. Faz tempo que eu não escrevo, mas sempre sempre ouço vocês. Saudades.

    Acho que todo mundo tem essa sensação de falta de tempo, eu quase tive um surto quando cheguei aos 30 anos. Queria comentar tanta coisa. Acho que eu já comentei que a minha irmã mais velha faleceu aos 21 anos (de câncer também) então eu acho que eu tenho essa noção de tempo muito impressa. A vida tem suas atribulações, e eu voltei a morar com meus pais, e hoje eu vejo que é a melhor coisa qie aconteceu. Eu e minha mãe passamos por muitas fases, as brigas, os desacordos, os afastamentos, mas hoje ela é a minha maior companhia. A gente passou a sair e conhecer tudo que pode. Uns dias atrás ela comprou uma boina dizendo que era pra ela ficar moderna quando eu levava ela nas exposições que as vezes eu levo ela. Me comove o fato de que ela tem o dobro da minha idade mas parece uma menina aprendendo coisas comigo. Encontrei um trabalho perto de casa que me possibilita dar a assistência que meus pais precisam. Me sinto feliz de poder aproveitar esse tempo com eles, e aproveito cada minuto, porque a vida muda de uma hora pra outra. Antes eu ficava muito tempo no pc, mas hoje as vezes eu estou no pc e vejo minha mãe sozinha vendo TV eu desligo e vou lá conversar com ela. Sinto como se cada minuto fosse tão importante…. Enfim, só pra finalizar, estava também com problema pra organizar minhas prioridades, e pedquisando sobre como melhorar o uso do tempo acabei encontrando a tecnica do pomodoro, em que você faz uma lista de coisas que você que fazer e divide o seu tempo em 25 minutos de trabalho e 5 de descanso e a técnica é bem interessante para otimizar o tempo, principalmente em casa, que a tentação de ficar na net é grande. Eu uso um app chamado dpomodoro (mas existem vários apps de cel pra isso) e ele fica com a lista de coisas para fazer, e marca os tempos de trabaho e intervalo, e é bem produtivo. Pois você faz 25 do que precisa, e usa os 5 minutos pra espirar o twitter/facebook…. Ao menos pra mim tem dado resultado. Na net tem vários artigos explicando direitinho a técnica, vale a pena.

    Um abraço pra todos. Saudações aos saudosos do Losties!

  19. […] Eduardo Sales Filho, Maira Moraes, Lucio Luiz e Flavio Soares se reuniram para bater um papo e ler os e-mails e comentários dos dois últimos episódios do nosso podcast: Papo de Gordo 109 – Diabetes e Papo de Gordo 110 – O Tempo. […]

  20. Chantal disse:

    Dudu, o comercial que você descreveu no começo do programa não é uma mensagem filosófica de empresa de seguros não, era um anúncio do xbox.

    http://www.youtube.com/watch?v=t6zgQH3tUKk

    Ou seja, toda a beleza que a mensagem poderia ter vai por água abaixo visto que a intenção dela não é nada nobre. “Life is short. Play More” – como se não tivesse nada melhor pra fazer com a vida. hahaha

    E olha que eu amo jogar, mas né, prioridades…

  21. Nilo disse:

    Sensacional, eu si divirto! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *