É possível comer entre as refeições e não engordar?

Gordo Convidado
@papodegordo

Publicado em 01 de junho de 2017

É muito comum a pessoa acabar saindo da dieta por causa dos lanchinhos entre as refeições. Começa almoçando normal, observando a proporção dos alimentos, tomando cuidado com as calorias, tudo como manda o nutricionista. O problema só acontece a partir das 3h, 4h da tarde.

Os colegas de trabalho degustam biscoitinhos, chocolates, salgados e oferecem aos amigos. Fica difícil resistir à tamanha tentação. Foi pensando em momentos como esses que algumas empresas começaram a oferecer alternativas saudáveis até mesmo através de delivery.

Se você não consegue resistir a estas tentações, já pensou em procurar os snacks especialmente organizados por empresas como a Made in Natural ou a Best Berry? Tendo em vista o valor nutricional dos alimentos oferecidos (25 tipos de combinações) – desde oleaginosas, crisps com queijo ou cacau, cookies, raízes, frutas e outras opções – pode valer a pena. As porções cabem na bolsa, podem ficar no escritório ou levar para qualquer lugar.

As guloseimas podem ser veganas, glúten free, integrais ou orgânicas, tudo muito saudável, gostoso e acessível, com preços que compensam pelos benefícios oferecidos. São alternativas viáveis contra comidas calóricas ou gordurosas, grandes responsáveis pela quebra da dieta. E é possível pedir caixas com um suprimento mensal, com porções separadas.

Delivery

Engana-se quem ainda pensa que só é possível pedir pizzas e sanduíches por um serviço de delivery. No PedidosJá,  por exemplo, há inúmeras opções de comida vegana, lanches naturais, smoothies, sucos, açaí com granola, etc. É possível fugir da obviedade, afinal, esta desculpa não cola mais.

Não dá para ignorar a necessidade de saciar o buraco que dá no estômago, é melhor aceitar o fato e tentar resolver o problema sem cair em tentação e enfiar o pé na jaca, como já falamos por aqui. Encare a questão sem preconceitos e julgamentos. Manter uma dieta não é fácil! Se você quer mesmo fazer, opte por uma solução pé no chão, com uma perda de peso gradual e demorada. Se for radical, todo mundo vai desistir bem rápido.

Publicidade

Comente no Facebook

Comente no Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *