10 dicas para uma marmita fresquinha o dia todo

Maira Moraes
@maira_moraes

Publicado em 06 de dezembro de 2017

Esqueça de vez os preconceitos. Levar marmitas para o trabalho e para a faculdade está na moda! Não importa o motivo: seja para ficar dentro da dieta, economia ou simplesmente porque você resolveu comer comida caseira em vez de ir a restaurantes. O que vale é apostar nessa forma de se alimentar de maneira saudável e nutritiva.

Leia mais: MARMITA: BARATA, SAUDÁVEL E FASHION

Mas não pense que é só sair pegando tudo o que encontrar na geladeira e colocando nos potinhos na hora de sair de casa. Quando for preparar sua marmita, entre outros cuidados, é importante dar atenção a alguns detalhes, como escolher os recipientes ideais, elaborar um bom cardápio, armazenar e transportar a comida de maneira correta.

Confira as dicas e não passe aperto:

1. Coloque comidas frias em uma marmita e pratos quentes em outra. É muito importante ter vários potes, cada um deles dedicado a um tipo de alimento. Sendo assim, saladas e comidas frias ficam em um, os pratos que precisarão ser aquecidos em outro… Separe um potinho também para a sobremesa!

2. Use marmitas com divisórias e fechamento hermético, principalmente se você costuma ter comidinhas diferentes que precisarão ser aquecidas. Afinal, você não vai querer que os sabores fiquem misturados e a sua refeição se transforme numa mega gororoba! O fechamento hermético, travas de segurança e material resistente são importantes para evitar acidentes de percurso.

3. Escolha marmitas livres de BPA. Não sabe o que é isso? A gente explica! Os potinhos de plástico mais “genéricos” podem ser feitos com Bisfenol A (BPA), uma substância tóxica, que é passada para os alimentos quando o recipiente é aquecido. Ter esse cuidado é importante porque o BPA é associado a alteração da função de hormônios e glândulas e a doenças como diabetes, câncer de mama e câncer de próstata.

4. Tenha uma bolsa térmica para transportar e conservar suas marmitas. Não importa se você vai de carro, a pé, de bicicleta, de ônibus, de metrô ou de trem. O fato é que ninguém quer ter a surpresa desagradável de descobrir que almoço ou os lanchinhos estragaram no meio do caminho.

5. Coloque gelos na bolsa térmica. Afinal, nunca é demais ter um cuidadinho extra. Gelos de silicone são a melhor alternativa para manter a comida fresquinha na bolsa térmica, pois não escorrem quando derretem e podem ser reutilizados – basta colocá-los novamente no congelador por algumas horas antes do próximo uso. Dica: se puder, quando chegar ao seu destino, retire as marmitas da sacola e coloque-as na geladeira, onde deverão ficar até a hora da refeição.

6. Só adicione os molhos na hora que for consumir a salada. Isso porque, se forem colocados antes, fazem as folhas ficarem murchas e impregnam os legumes. Leve-os em um potinho à parte.

7. Faça marmitas nutricionalmente equilibradas. É importante colocar porções iguais de proteínas (como carne, ovos ou cogumelos), carboidratos (arroz, batata, massa, por exemplo), leguminosas (feijão, ervilha, quinoa) e saladas. Se tiver dificuldade para bolar seus pratos, procure a ajuda de um nutricionista.

8. Não cozinhe muito o macarrão. Deixe-o al dente e coloque bastante molho porque, quando ele for aquecido, terminará de cozinhar e ficará com a consistência perfeita.

9. Evite levar frituras na marmita. Elas não ficam gostosas quando requentadas. Opte por assados e cozidos.

10. Imagine que está servindo um prato ao preparar sua marmita. Assim, não correrá o risco de sobrar nem faltar comida.

————-
Fonte:
10 dicas para garantir que sua marmita fique 100% o dia todo

Publicidade

Comente no Facebook

Comente no Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *